Uma nova moda de tatuagens, bastante inusitada, está popular entre algumas pessoas, principalmente no Canadá. Chamado de "tattoo de sacrifício", o método consiste em raspar, cortar e queimar a pele para formar os desenhos, ao invés do trabalho tradicional com agulha e tinta. As informações são do site O Globo.

No entanto, essa prática é ilegal em alguns países, como no Reino Unido. Mesmo assim, de acordo com o "Mirror", os adeptos afirmam que o processo dessa técnica dói menos que o tradicional.

A "tattoo de sacrifício" tem origem em culturas tribais antigas, que aderiam ao sacrifício como um rito de passagem ou tributo a um deus.

Veja mais imagens:

1/4

 

2/4

 

3/4

 

4/4

 

  •  

    1/4

  •  

    2/4

  •  

    3/4

  •  

    4/4